COMPANHIA DAS LETRAS
Libro ebook A melhor máquina viva, José Gardeazabal
Colección: SIN CODIFICAR
Idioma: Portugués
Precio en eBook ePub
: 8,99 (8,99)
ePub con Adobe DRM
Año de edición: 2020
Tamaño: 1,05 Mb
Copia No
Impresión No
ISBN: 9789896659868
FAVORITO Desmarcar
RESEÑA
COMENTARIOS

Breve descripción de A melhor máquina viva

Uma reflexão hábil sobre o valor da literatura, uma crítica indiscreta ao capitalismo, a derradeira denúncia da ironia de tudo.

AUTOR FINALISTA DO PRÉMIO OCENOS 2019

E VENCEDOR DO PRÉMIO INCM / VASCO GRAÇA MOURA

«O primeiro romance de José Gardeazabal é um livro profundamente político, alegórico, irónico e aforístico.»

José Riço Direitinho in Público

Anders Kopf é um jovem aspirante a escritor que decide mergulhar na pobreza por um ano e afastar-se de um passado doloroso. É um exercício temporário cujo objectivo é melhorar a literatura. Com os seus novos companheiros faz um batismo de pobreza, pratica roubos colectivos em matadouros, partilha refeições suspeitas e sofre injustiças pedagógicas. Durante todo esse tempo, reescreve a sua própria história de orfandade e de crime.
Eeva Wiseman é uma bela capitalista que herdou do pai um antigo matadouro, relíquia macabra do século XX. Administra com agilidade maternal o seu império de negócios, na sombra voraz da globalização, ao mesmo tempo que ressuscita da ressaca de um grande acidente e de um desaparecimento absoluto.
O que têm Kopf e Eeva a oferecer um ao outro? Entre o amor e a amizade, qual a melhor máquina? A liberdade e o sexo; a pobreza e a abundância; o triângulo homem, mulher, animal, são estas as várias máquinas modernas que alimentam a literatura.

«Isto parece ficção. Mas o que é que não é ficção, hoje em dia?»

A Melhor Máquina Viva é uma aventura pessoal pelas ruínas da utopia, da pobreza e do capitalismo, da literatura e da natureza humana.

Os elogios da crítica:

Sobre Meio Homem Metade Baleia
«A ironia em José Gardeazabal não é subtil, antes evidente, exagerada, declaradacomo recurso feroz de procura de sentidos, com vontade de baralhar, e de em extremo ser capaz de alterar fronteiras entre utopia e distopia.»

José Riço Direitinho, Público

«Toda a filosofia, sociologia e ideologia pós-moderna vazada num único romance, e vazada ao nível da excelência, seja enquanto estilo (...), seja enquanto léxico (...), seja enquanto sintaxe (...), num género híbrido, inclassificável à luz da teoria clássica da literatura.»

Miguel Real, Jornal de Letras

«Em pouco tempo, já construiu uma obra notável, em vários domínios.»

Manuel Halpern, Jornal de Letras

Sobre a obra de José Gardeazabal:
«O que mais surpreende é a escala e o fôlego do seu projecto literário.»

José Mário Silva, Expresso

«O aparecimento de José Gardeazabal no plano literário europeu contribui para uma desconstrução da Europa moderna.»

Ana Catarina Anjos, A Europa face à Europa: poetas escrevem a Europa

«Um exercício invulgar, notável e vertiginoso que conduz a literatura para um lugar novo.»

Júri do Prémio Imprensa Nacional Casa da Moeda/Vasco Graça Moura

«Não deixará nenhum leitor indiferente.»

José Tolentino de Mendonça

Qué se dice de A melhor máquina viva o José Gardeazabal

Comentarios sobre el libro
Tu valoración:
Puntuación:
Comentario:
Para participar necesitas estar registrado desde aquí
Privacity | Condiciones de uso web | CONTACTO
2000-2020© Powered by Global Content Manager